• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us

Como é feita a prevenção da falta de energia nos principais aeroportos do Brasil e do mundo

PUBLICADO EM 05/03/2015 Como é feita a prevenção da falta de energia nos principais aeroportos do Brasil e do mundo

Atualmente, a redução do consumo de energia elétrica não se resume apenas ao uso residencial e comercial. Até mesmo aeroportos, nos quais esse recurso é fundamental para o funcionamento e a segurança, devem poupá-la. Isso se deve também a ações como adequação da demanda de energia e diminuição dos gastos desse bem por meio da adoção de políticas que privilegiem um uso mais racional. Porém, isso não significa que os aeroportos dispensem o uso de equipamentos elétricos essenciais, como dispositivos de comunicação, rastreamento e controle de pouso e decolagem. Para suprir as necessidades, os aeroportos podem adotar o uso de geradores de energia. Além de ajudar a economizar energia, os geradores proporcionam segurança emergencial em caso de apagão: quando a eletricidade é interrompida repentinamente, seja por queda ou sobrecarga, eles são automaticamente acionados e assumem as cargas essenciais, previstas pelo sistema de cada aeroporto. A instalação de geradores visa solucionar os contratempos causados pela falta de energia no aeroporto, especialmente no período de alta temporada, evitando transtornos como voos cancelados ou atrasados. Nestes casos, os geradores funcionam até o restabelecimento da rede elétrica.




VOLTAR