• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us
Cases de Sucesso

O impacto do custo da energia no setor industrial

PUBLICADO EM 31/05/2016 O impacto do custo da energia no setor industrial

custo da energia no setor industrial

O alto custo da energia elétrica no Brasil está constantemente na pauta de discussões dos mais diferentes setores. E, no industrial, não poderia ser diferente. Mesmo com uma matriz energética de fonte, predominantemente, hídrica, que ainda é considerada abundante e mais barata, essa vantagem não se reflete nos valores cobrados pela energia no setor industrial. O custo da energia por aqui é um dos mais altos do mundo e, além de frear investimentos, impacta diretamente na competitividade do Brasil em relação aos integrantes do Bric’s, aos europeus e ainda a parceiros estratégicos como Estados Unidos e Alemanha. Dados publicados no estudo ‘Quanto custa a energia elétrica para a indústria do Brasil’, da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no início de 2015, apontaram que a entrada em vigor do sistema de bandeiras tarifárias pela Aneel fez aumentar ainda mais os custos, já altos, da energia para o setor industrial. Com a bandeira tarifária o valor do megawatt-hora (MWh) passou de R$ 360,85 para R$ 402,26. Com isso, o custo da energia elétrica para a indústria no Brasil passou da oitava para a sexta posição no ranking de 28 países que apresentam as mais altas tarifas industriais. A líder do ranking é a Índia, com um custo de R$ 596,96 por MWh. Em outro estudo da Firjan, de 2011, a tarifa média para a indústria no Brasil já era 50% maior que a de 27 países do mundo. Com todos esses fatores, que caminho seguir para ter um custo mais acessível para a energia e melhorar a competitividade do setor industrial brasileiro? Especialistas apontam que a principal medida seria a desoneração tributária, já que o volume de impostos que incide na conta é altíssimo. O segundo seria aumentar a participação de diferentes fontes na matriz energética. Enquanto essas resoluções não saem do papel, o setor industrial busca alternativas para reduzir o impacto da conta da energia no negócio. Uma delas é a contratação de energia temporária com o uso de geradores, que tem sido uma boa alternativa para reduzir o valor da conta no horário de ponta.




VOLTAR