• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us

Por que um edifício precisa de um gerador?

PUBLICADO EM 19/01/2015 Por que um edifício precisa de um gerador?

gerador para edifício

Apagões, blecautes, picos de energia. É quando falta a energia elétrica que nos damos conta de que não conseguimos mais viver sem ela. Durante o verão, o aumento da demanda acaba ocasionando quedas de luz em várias regiões do Brasil, e a falta de energia torna-se um grande transtorno para estabelecimentos comerciais, condomínios e ruas. Na tentativa de diminuir os riscos de segurança que a falta de luz gera, instalar um gerador de energia pode ser uma ideia muito interessante, especialmente em edifícios residenciais e comerciais, em que a relação custo-benefício é bastante vantajosa. Em casos de falta de energia elétrica, os geradores podem manter a energia elétrica por mais de 12 horas, dependendo da carga exigida pelos elevadores, portões eletrônicos, bombas d’água, alarmes, interfone e iluminação da área comum.Segundo o Código de Obras da cidade de São Paulo, é obrigatório que haja um elevador de emergência com energia garantida por gerador em edificações residenciais com mais de 80 metros de altura. No caso dos empreendimentos voltados para outros usos, a regra é mais rígida e vale para os prédios com mais de 60 metros de altura. É preciso lembrar que a existência de geradores para os elevadores é essencial também para a locomoção de pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência.

Cuidados na instalação

A instalação de geradores de energia elétrica requer alguns cuidados: é necessário que toda a parte elétrica esteja devidamente vistoriada e em excelentes condições de uso. Um dos primeiros procedimentos que o síndico deve adotar é o agendamento de uma visita técnica para avaliar a potência e tensão necessárias do equipamento que irá fornecer energia ao condomínio. Além disso, o processo de instalação deve seguir as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).




VOLTAR